Artigos

FRANQUEZA! O SEGREDO DA COMUNICAÇÃO EFICAZ ( gestão e atitude)

Talvez você já passou por alguma situação semelhante: reuniões improdutivas, falhas na comunicação interna, conflitos entre liderança e liderados, clima pesado no ambiente de trabalho, colaboradores "rebeldes" e insatisfeitos. Essas características podem ser resultados da falta de um ingrediente indispensável para o sucesso das organizações no mundo todo. Estou falando da franqueza. 
Franqueza e não fraqueza como muitos líderes interpretam essa palavra. Pensam que ao serem francos e honestos com suas equipes estão tendo atitude de fraqueza que pode ser interpretado pela equipe como um pedido de socorro. Grande erro pensar assim.
A falta de franqueza das pequenas equipes até as grandes organizações bloqueia as idéias inteligentes, retarda as ações rápidas e impede que as pessoas contribuam com seu total potencial. 
Segundo Jack Welch, o grande guru dos negócios, a franqueza pode trazer três efeitos benéficos para sua empresa:

1:  Qualquer organização, empresa de grande porte ou simples equipe, que desenvolva a franqueza e envolva mais pessoas nas conversas e reuniões, desfruta de vantagem imediata contra seus concorrentes.
2: Quando nas organizações as ideias são debatidas com franqueza os resultados são mais duradouros, há comprometimento da equipe e isso é uma necessidade dos mercados globais.
3: A franqueza reduz custos, e muito. Só no fato de não haver mais reuniões inúteis e relatórios sem propósito, já se tem um ganho incalculável. 

Mas infelizmente somos educados desde a infância para evitarmos a sinceridade e procurar falar dos temas difíceis com palavras mais doces. E isso é um fato mundial que atrapalha o desenvolvimento da carreira. 
De acordo com Nancy Bauer, professora de filosofia da Tuffs University, as pessoas acabam não dizendo o que realmente pensam ou opinam com franqueza sobre alguma situação por que se torna mais fácil agir assim. Quando se é totalmente franco e muito provável que isso resulte em uma situação constrangedora - raiva, dor, confusão, tristeza, ressentimento.  E o que piora quando se tenta consertar a situação.
As pessoas receiam que quando sejam totalmente francas o que disserem pode não ser bom e são fortes as chances de ela ser isolada ou boicotada pela equipe. Mas o que não percebem é que a falta de franqueza é uma forma de alienação e omissão, acrescenta o filósofo Immanuel Kant.
Mas como desenvolver a franqueza entre com colaboradores? O primeiro passo é elogiar a franqueza. Falar de sua importância para o bom andamento da empresa.              
É importante saber ouvir com sabedoria quando algum colaborador está sendo franco. Não tentar argumentar ou dar desculpas é fundamental, caso contrário você irá transmitir que não está aberto de forma sincera ao que sua equipe tem a dizer. Isso só irá piorar as coisas, pois fará com que coisas muito importantes não sejam ditas. 
Dar atenção ao assunto também é importante, somente ouvir e não fazer nada em favor do que foi dito pode ser a maior incongruência de sua carreira (o que você diz não é o que você pensa e nem o que você faz).
A franqueza se desenvolve com o tempo. Não será na primeira reunião que o problema será resolvido. É fundamental que as reuniões sejam frequentes. Assim, sua equipe sentirá que você está empenhado e agindo com sinceridade e favor da empresa.
Nas primeiras reuniões a franqueza virá de forma sutil e tímida. Agir com calma sempre é uma boa saída. Mas para que tudo isso seja de forma eficaz, você precisa verdadeiramente desejar isso. Querer melhorar o clima do ambiente de trabalho, melhorar a comunicação interna, aumentar o comprometimento da equipe entre tantos outros benefícios conquistados com a franqueza.
Pense nisto, desejo a você, e sua equipe, tudo de bom e muito mais.

Faça agora mesmo o seu cadastro
e receba um brinde em seu e-mail.

© 2016 Jeremias Oberherr - Todos os direitos reservados.

Logo DMWEB Desenvolvendo Soluções Exclusivas para o seu Negócio